grande obra e grande sonho

Sem dúvida, a grande obra foi o desenvolvimento não somente do equipamento de ressonância que atualmente está instalado na Santa Casa de São Carlos, mas, sobretudo o desenvolvimento da TECNOLOGIA e do KNOWHOW envolvidos no projeto. Estes últimos são o grande trabalho conquistado pelos pesquisadores que passaram pelo grupo de ressonância coordenado por meu pai. E são essas duas conquistas que ele certamente gostaria de ver utilizados pelo governo pois colocam o Brasil num patamar diferenciado dos países detentores de tal tecnologia.

O sonho

O grande sonho do meu pai era que o equipamento fosse produzido em escala por dentro do próprio país e tornado acessível à população carente. Como?

Através de iniciativas e parcerias (BNDES, Embraer etc) seria possível criar um pólo de produção de equipamentos de ressonância a um custo muito inferior ao daqueles que atualmente são importados. Lembro-me de meu pai estimando (e ele era excelente em estimativas) que o equipamento produzido no Brasil seria 40% mais barato do que os comprados.

Os equipamentos produzidos no Brasil teriam um custo que permitiria sua instalação em muitos hospitais menores e em pequenas  e médias cidades, contribuindo para a melhoria no atendimento à população e treinamento de profissionais na área.

Falta interesse ou será que o Brasil não é capaz de produzir tecnologia desse porte?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *